2 de novembro de 2019

Um dia inesquecível (e de graça) em Nova Iorque – Parte Final

Por leandrodall
Bem-vindo ao paraíso gastronômico onde as mais variadas delícias são encontradas

Depois de uma manhã deliciosa no The Vessel & The Shop and Restaurants at Hudson Yards com aquela caminhadinha show no High Line Park, chegamos ao famoso Chelsea Market.

O Chelsea Market é um mercadão com diversas opções gastronômicas, várias lojinhas legais e muito bem arrumado. Esqueça a imagem que você tem de mercadão – o Chelsea tá mais para um shopping descolado, confortável e hipster, digno de passar um bom tempo por lá.

Seja qual for o seu paladar, lá terá algo do seu gosto.

Uma dica é comer de pouquinho em pouquinho por lá para experimentar mais coisas (o famoso to share).

Sim, sei que soa meio comilão esse papo (e é), mas você vai me agradecer. É tanta coisa legal por lá que você tem vontade de comer tudo!!!! Tirando uma amiga nossa que tem um buraco negro no lugar do estômago, nós, humanos, temos espaço limitado na barriga.

E assim fizemos.

Experimentamos um lugar de sushi muito gostoso, chamado beyond sushi. Esqueça tudo o que você sabe sobre comida japonesa. Esse lugar vai te surpreender.

Peço qualquer coisa no Beyond Sushi – você não vai se arrepender

Continuando nossa jornada culinária, do Japão fomos para a França e mandamos ver um delicioso crepe no Bar Suzette Crêperie (fica bem na frente do Beyond).

Crepe maravilhoso

Mas ainda tínhamos trabalho a fazer. Depois do salgado, precisamos de um doce. E procurávamos por alguma coisa diferente. Algo a mais. Algo nunca antes provado por essas boquinhas brasileiras famintas. E achamos um lugar especial.

Seed + Mill: a whole new world (um mundo novo de sabor)

Estamos falando Seed + Mill. Uma lojinha que faz doces de gergelim de maneira artesanal. Esse tipo de iguaria chama-se Halva. E é delicioso. O gergelim vira uma espécie de creme, onde se adicionam outros ingredientes e recheios, ressaltando seu sabor. Optamos por um chamado marble (misturado com chocolate) e outro com pistache. Valeu a pena cada caloria!

Além do que comemos, você encontra no Chelsea Market opções de sandubas, comida italiana e tinha um lugar que servia um noodle com uma fila gigantesca. Parecia bom, mas a barriga tava cheia já.

E para terminar esse almoço especial, para aqueles que apreciam um bom café, a pouco mais de um quarteirão, encontramos o Starbucks Reserve Roastery. Sim, é uma loja diferenciada dessa marca – bem diferente do fast coffee que estamos acostumados. Ainda que você não curta tomar café, vale a pena o passeio porque o lugar é bem bonito e tem opções de pães e outros salgados/doces que podem te agradar.

Starbucks Reserve Roastery

E depois de tantos comes e bebes, nada como uma caminhada para tudo encontrar seu lugar. Saindo do Starbucks, você já se encontra no Greenwich Village, um bairro moderninho de NY. Deixe levar-se pelas ruazinhas e pracinhas floridas.

Quando perceber, terá chegado no Washington Square Park. Você sabe que chegou lá pela quantidade de estudantes (Universidade de NY fica por ali) correndo pra cima e pra baixo com seus livros, pela galera mandando bem no skate e até pelo som ao vivo de lá.

E concluímos assim: passeios maravilhosos fora do roteirão turístico e de graça – exceto pelos comes e bebes e eventuais comprinhas.

Greenwich Village e Washington Square Park