F***-se: aqui é M.

Faz 2 anos. Aconteceu em Londres.

Era um dia como outro qualquer para ele. Fanático torcedor de um time inglês conhecido muito mais pela violência de sua audiência do que pelo futebol, ele não imaginava que sua vida estava prestes a mudar. Aliás, são pouquíssimos os que enxergam os momentos de inflexão da vida – aquelas encruzilhadas onde as decisões tomadas e suas consequências são sentidas ao longo da existência.

Algo diferente estava acontecendo. Enquanto curtia seu momento no BLACK & BLUE, um pub na região da London Bridge, percebeu um corre-corre danado do lado de fora. Gritos, tiros, tensão. Era o terror invadindo a pax britannia.

E não parou por aí. De repente, entram no recinto terroristas armados com facas. Começam a gritar palavras de ordem com cunho religioso. O desespero toma conta dos frequentadores do pub. Mas não de Roy.

Roy sabe o que estava prestes a acontecer. Olhou para todos que lá estavam. Percebeu olhares de medo. Viu pais com seus filhos. Notou maridos que estavam sem suas esposas. E, como que por um impulso, atirou-se na frente dos terroristas, usando como arma sua coragem e o grito de guerra do time do coração: F***-SE: AQUI É MILLWALL.

Naquele fatídico dia, 7 vidas foram ceifadas e 48 pessoas feridas.

Esse número poderia ter sido muito maior, caso Roy Larner, 47 anos, não tivesse tido esse ato de heroísmo. Ele sobreviveu. 8 facadas, 12 dias no hospital e 80 pontos na cabeça, orelha, braços e pescoço. Passou a ser conhecido como o “Leão da London Bridge“.

Codinome conquistado é o que realmente vale, especialmente em um mundo onde nem sempre está claro quem é o herói e quem é o vilão. Isso me lembra de uma heroína brasileira, que tem suas próprias lutas, mas que não hesitou em fazer o que precisava ser feito.

Sua identidade não mais tão secreta é Leilane Rafael da Silva, 28 anos. No acidente de helicóptero que tirou a vida do jornalista Ricardo Boechat e do piloto Ronaldo Quattrucci, em fevereiro deste ano (2019), ela agiu rápido para salvar a vida de um caminhoneiro, preso nas ferragens de seu veículo após a queda e impacto da aeronave.

Leilane e Roy, pessoas como a gente, mas que na hora do vamos ver, escolheram fazer o que tinha que ser feito, independente dos riscos e das consequências.

Com 2019 terminando, desejo a você e a mim que possamos escolher o certo, o justo, o correto, o corajoso e o honrado em 2020.

São valores meio antiquados, mas que fazem toda a diferença em um mundo tão confuso e complexo como o que vivemos.

É preciso tomar uma decisão séria sobre o que queremos em nosso novo ano. Um planejamento para uma melhor execução e melhores resultados (falamos um pouco sobre isso aqui).

Que possamos fazer diferente o que fizemos ou deixamos de fazer em 2019 para que, em 2020, nossos desafios sejam renovados, nossas vitórias e conquistas sejam maiores e, assim, possamos alcançar outro patamar.

Comece o que você sempre sonhou.

Fale menos e faça mais (desculpe a sinceridade, mas isso vai te fazer bem).

Procure ser um pouquinho melhor a cada dia (pense em rendimento marginais, aqueles das aulas de economia).

Aprenda uma língua nova.

Movimente seu corpo, seu templo, porque sem ele nada rola (tenho certeza que vai achar algo que você goste).

Sei que parece blá-blá-blá. Pode até ser um pouco, clichê inclusive, mas uma ideia executada de maneira mais ou menos, é melhor do que um plano perfeito apenas no papel.

E, acima de tudo, VIAJE MAIS & MELHOR. Continue com a gente em 2020. Fale de nós para seus amigos e familiares. Espalhe boas ideias. Amplie seus horizontes.

Sim, faça da sua vida seu melhor destino e de você sua melhor companhia.

Por que não tentar algo diferente hoje? Conheça nosso livro para planejar suas aventuras.

Publicado por leandrodall

Acredito que a vida pode ser EXTRAORDINÁRIA, não importa a circunstância. Cresci em um conjunto habitacional (antes o nome era BNH, agora é COHAB), onde vivi momentos lindos, mas também (bem) desafiantes. Com muito estudo, trabalho e fé tenho vivido. Administrador de empresas por formação, copywriter e escritor por paixão, viajante por hobby, minha maior aventura começou quando conheci a Jú, esposa e companheira em todas as horas (seja dia, seja noite, ela tá lá, digo, aqui do meu lado). Temos rodado o Brasil e o mundo há pelo menos 10 anos, viajando por conta própria e na raça. Decidimos compartilhar nossas experiências, de maneira leve, prática e divertida, para incentivar outras pessoas a descobrirem suas próprias aventuras. Seja o protagonista, roteirista e diretor de sua vida. Por que não começar a viajar mais e melhor HOJE? AGORA VAI!!!

Um comentário em “F***-se: aqui é M.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: