7 de janeiro de 2020

Como não cair no conto da noiva

Por leandrodall

Há um costume no mercado financeiro de melhorar a imagem de determinada empresa para obter melhores preços na oferta pública inicial de uma empresa. É o popular embelezar a noiva.

Exageramos a qualidade do que queremos vender e tentamos pôr embaixo do tapete os defeitos.

Isso se aplica em tudo na vida, inclusive quando você vai reservar o local de sua hospedagem nas suas férias.

Repare como as fotos oficiais são sempre bonitas; como as pessoas estão sorrindo e se tem cachorro no negócio só falta a cena em câmera lenta para te convencer a fechar o seu hotel ou Airbnb.

Foto fofa, não?

Exageros deixados de lado, hoje quero destacar algumas dicas que vão te ajudar a evitar furadas e prejudicar seu passeio. Ninguém merece um lugar meia boca para descansar, não é?

Confira nosso CHECKLIST para escolher melhor seu HOTEL ou AIRBNB:

1- Desconfie de preço muito baixo: esse é o primeiro ponto. No geral, dada a chamada economia de mercado, há um certo tabelamento de preços para os serviços e produtos que consumimos. Exceto por ocasião de promoções de verdade (Black Friday, Rebajas na Espanha, etc), fique atento e tente descobrir o porquê de preço muito abaixo do estabelecido na cidade e região. Pode ser pechincha ou uma bela furada;

2- Localização é tudo: hospedagem na área mais turística, vai te facilitar o deslocamento (o custo mais alto de estadia pode ser compensado pelo menor custo de transporte). Normalmente, também tem maior segurança, o que pode render alguns passeios noturnos sem estresse. Tenha em mente qual região com a maior parte das atrações turísticas e considere fazer de lá sua base. Spoiler: hospedagem próxima ao aeroporto costuma ser mais em conta, só que é longe de tudo (sugiro apenas para aqueles que precisam pernoitar por causa de horário de vôo).

A localização você consegue ver consultando o HOTEIS.COM e o BOOKING, bem como jogando o endereço no GOOGLE MAPS.

3- How old are you,baby?: quanto mais velho um prédio, maior o custo de manutenção para estar sempre no topo. É fato. Dê preferência para estabelecimentos mais novos ou com boa reputação.

Você acessa essas informações pela HOMEPAGE do estabelecimento e também pelo HOTEIS.COM e BOOKING. Sobre a reputação do local, falamos mais à frente.

4- Na dúvida, vai pelo nome: há grandes redes hoteleiras que são conhecidas por ter certo padrão de hospedagem.

Marcas como IBIS, MELIÁ, BLUE TREE PREMIUM, RADISSON e IBEROSTAR oferecem boa qualidade nas acomodações oferecidas ao redor do mundo. Costumam entregar o que prometem sem muita variação. É aposta segura para quem não quer passar perrengue.

5- Reputação conta muito: conheça o que outros viajantes como você disseram sobre a hospedagem. O TRIPADVISOR, BOOKING e HOTEIS.COM publicam avaliações reais de pessoas que já se hospedaram onde você está pesquisando.

Preste atenção no que as pessoas falam sobre o atendimento do estabelecimento (cordialidade do staff), limpeza do quarto, privacidade (barulho), manutenção/conservação do local, localização e custo x benefício.

Ou seja, o básico é:

  • Cama;
  • Chuveiro;
  • Silêncio;
  • Limpeza; e,
  • Localização.

O resto é bônus e só vai melhorar sua experiência de viagem.

Finalmente, confira as informações disponíveis do estabelecimento nas páginas do HOTEIS.COM e BOOKING como fotos, localização e tipos de quartos disponíveis.

Se você é como eu e se incomoda com cheiro forte, prefira hotéis que só ofereçam quartos para não fumantes.

Ainda que você opte por um pacote de viagens junto a uma agência de turismo, as dicas daqui vão te ajudar a conseguir uma acomodação em um estabelecimento melhor.

Use as ferramentas da web a seu favor e faça a viagem que melhor se encaixe no seu gosto (e bolso).

Sobre a melhor maneira de fazer sua reserva de hospedagem (direto com o estabelecimento, via booking ou hoteis.com ou Airbnb), confira aqui nosso post sobre o assunto.