4 de fevereiro de 2020

Faça da AGULHA sua melhor amiga

Por leandrodall

Em tempos de CORONAVÍRUS, precisamos falar sobre VACINAS e prevenção. Sobre prevenção, já falamos nesse post aqui e recomendamos bastante a leitura. Vale a pena seguir algumas dicas que vão melhorar sua saúde, evitando contágio.

Outra providência básica é tomar as vacinas recomendadas para determinado destino e/ou exigidas para entrada em alguns países.

Internacionalmente, o documento que comprova a imunização contra doenças é o CERTIFICADO INTERNACIONAL DE VACINAÇÃO E PROFILAXIA – CIVP. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA é a responsável pela emissão desse documento. Alguns países exigem esse documento para comprovar a vacinação contra a febre amarela, como abaixo demonstramos:

Fique atento porque esta lista está sempre em alteração. Sugerimos checar nesse link se o local onde você vai viajar exige ou não esse certificado. Fique também atento para o prazo de imunização: 10 dias antes da data de sua viagem.

Tem outros países que a CIVP não é exigida, mas que vale a pena conferir se o país passa por algum surto que mereça maiores cuidados. Vou dar um exemplo.

Houve, em 2019, um surto de sarampo nos EUA. Eles não chegaram a exigir a comprovação dessa vacina via CIVP. Ainda assim, para sua saúde e segurança, era recomendável estar imunizado contra essa doença. Percebeu?

A regra de bolsa aqui é sempre estar em dia com sua carteirinha de vacinação. Se informe das campanhas que periodicamente são divulgadas pelo Ministério da Saúde e aproveite. Pensamos que vacina é só para a criança, mas engloba a todos. Aproveite esse serviço que o SUS oferece e ponha em dia sua vacinação.

Veja a vacina contra a gripe. Vale a pena estar sempre imunizado. O vírus está sempre em mutação e você pode tomar essa vacina no posto de saúde da sua cidade. Tem mil e uma teorias da conspiração por aí, mas o fato é que vacinas têm salvado muita gente ao redor do mundo. E a conscientização é o melhor remédio contra a falta de conhecimento.

Voltando a nossa CIVP. Você deve estar se perguntando como faz para conseguir. É fácil:

1 – Tome a vacina exigida e registre na sua carteira de vacinação;

2 – Realize seu cadastro no CIVNET para agilizar a emissão (o link é esse aqui, clique na opção CADASTRAR VIAJANTE);

3 – Comparecer ao estabelecimento em que emitirá o CIVP. A lista completa você pode acessar por este link. IMPORTANTE: essas unidades não aplicam VACINAS, apenas emitem o CIVP;

4 – Apresentar sua carteira de vacinação e documento de identidade original (ou equivalente).

DICAS BÔNUS: Você sabe que tomar VACINA não vai te deixar imortal (assim como a picada de uma aranha não te tornar um super). Porém, vai te deixar menos vulnerável a algumas doenças. A ANVISA deixou também as recomendações abaixo que vão te ajudar a evitar doenças nas suas viagens:

  • Lave as mãos com frequência e com sabão;
  • Beba água de garrafa (vale conferir se o lacre não foi violado);
  • Evite adicionar gelo de procedência desconhecida às bebidas;
  • Assegure-se que todo alimento seja cozido, assado ou frito;
  • Evite frutos do mar, alimentos perecíveis e carnes cruas;
  • Evite frutas e verduras descascadas ou com a casca danificada;
  • Tome cuidado com comidas e bebidas exóticas (seja prudente e não exagere);
  • Evite consumir alimentos vendidos por ambulantes;
  • Se for fazer trilhas, use calça comprida e calçados adequados (evita mosquitos e carrapatos);
  • Evite contato próximo com animais (inclusive aves) vivos ou abatidos;
  • Use protetor solar;
  • Capricha na água para evitar desidratação;
  • Adote hábitos higiênicos e saudáveis (mais detalhes já falamos neste post aqui);
  • Evite o estresse e curta sua viagem.

Minha vó Antonia já dizia que É MELHOR PREVENIR DO QUE REMEDIAR (especialmente porque ninguém merece passar mal nas merecidas férias).

PREVENÇÃO E CONHECIMENTO: DUPLA IMBATÍVEL PARA TORNAR SUA VIAGEM (E VIDA) MELHOR.