28 de março de 2020

Sobre Bíblia, Netflix e quarentena: simplesmente esvazie o excesso!

Por leandrodall

Quem já foi para os Estados Unidos em épocas de dólar mais convidativo, sabe que o fechar as malas é um drama. Pode demorar horas… Nada melhor que uma balança para saber quanto precisa tirar da bagagem para não estourar o limite.

Começa o “julgamento” para saber o que vai e o que fica.

O paraíso de consumo norte-americano é tentação para todos. É preciso muito UNAGI para comprar de maneira consciente. É preciso eliminar os excessos para não cair em armadilhas.

E se eu disser, que HOJE, você está aplicando esse princípio em sua vida, mas talvez não saiba ainda?

Semana passada, assisti ao documentário MINIMALISTAS na Netflix. Fenomenal e perturbador ao mesmo tempo. Aborda a relação entre consumo e felicidade e as coisas que realmente são essenciais.

Uma coisa é comprar o necessário. Outra, é comprar desnecessariamente. E o mais difícil é que essa linha está cada vez mais borrada, ficando quase impossível distinguir esses limites.

Acompanhando a jornada de dois caras bem-sucedidos na indústria do consumo que decidiram pedir as contas para buscar uma vibe diferente, Joshua Fields Millburn e de Ryan Nicodemus, o documentário mostra como podemos fugir dessa loucura consumista e sermos mais felizes.

Ser minimalista é eliminar os excessos da vida. E não é exatamente isso que temos feito nesse tempo de quarentena?

Estamos, forçosamente, revendo coisas, costumes e relacionamentos desnecessários. É olhar para aquilo que realmente importa. É focar no essencial. Sem filtros, sem baboseiras, sem mimimi.

Não se engane: as coisas nunca voltarão a ser como antes. E isso pode ser bom se você aproveitar o tempo de hoje para buscar um novo patamar.

Estamos presos hoje em uma Matrix, em que somos um híbrido de humanos e robôs. Não estou viajando tampouco alucinado. Pensa só.

Somos seres humanos, de carne e osso, e temos nos dedicado cada vez mais para viver no mundo virtual. Horas e mais horas gastas nas redes sociais, postando e curtindo conteúdo cheio de filtros e retoques, em busca de uma perfeição inalcançável.

Recebemos doses de adrenalina instantânea quando as curtidas aumentam. Caprichamos mais nas postagens seguintes com o mesmo objetivo: mais audiência. E qual o resultado prático disso? Vidas aquém do seu potencial.

Hora de encarar a real.

O que mais curto na Bíblia é que é o livro mais real e atual que existe. O que você precisar, você vai encontrar lá. Quer a real de sua vida? Leia o Livro. Quer o real caminho para felicidade? O Livro vai ensinar você a se livrar de todos os excessos que te impedem de ver o principal. E todos os caras e as minas que se destacaram (Abraão, Isaque, Jacó, José, Pedro, Paulo, João, Rute, Ester, Maria e Débora) escolheram largar tudo o que era desnecessário para viver o essencial.

A mesma possibilidade é colocada para gente hoje. Livre-se da bagagem excessiva, desnecessária e inútil que você carrega. Às vezes, estamos tão acostumados com ela que não mais enxergamos a carga. Mude seu pensamento! Largue o desnecessário e viva mais feliz!

Use o consumo e as redes sociais a seu favor, não deixe ser usados por elas! Todas as vezes que nos tornamos escravos de coisas, deu ruim. Não use as pessoas, valorize as que realmente são importantes para você. Aproveite essa quarentena para fazer a viagem mais linda, mais importante e mais emocionante: conheça mais você.

Só assim você vai poder ver com clareza o que precisa ser eliminado de sua vida! Mas seja sincero. Fuja das distrações e tenha essa DR interna. Vai ver que vale a pena.

Viva mais e melhor. Viva sem excesso. Viva a real. Viva feliz.