27 de maio de 2020

Só mais 100 metros

Por leandrodall

Era uma vez o publicitário. Ousado, criativo e matador. O melhor da agência. Dono de soluções fora da caixa, o cara era uma estrela em ascensão. Futuro brilhante. Top das galáxias, seu destino era o topo. Ninguém tinha dúvidas disso.

Era casado com uma linda mulher. Já tinham filho e esperavam pelo segundo. Rámon tinha muitas virtudes, mas nunca se interessou por exercícios físicos.

Todo dia acordava, se arrumava, tomava seu café, deixava o filho na escola, ia para o trabalho, chegava em casa, jantava e ficava com a família (seu ponto alto do dia) antes de ir dormir.

Até que um dia, sente algo diferente.

Uma dormência na mão esquerda que não passa. Inicialmente, resolve ignorar. Ou pelo menos tenta. Começa a ter problemas de coordenação motora. Apreciador da culinária japonesa, ao tentar pegar seu sashimi com seu hashi (palitinhos japoneses), derruba o alimento dentro de sua bebida.

Era preciso ver o que estava acontecendo.

Por causa disso, resolve ir ao médico.

Uma bateria de exames é feita. Entrevista com vários médicos. Fica em observação por um tempo. Mais testes. A dor da espera.

Chega, enfim, o diagnóstico: esclerose múltipla aos 35 anos de idade. A sentença de uma doença degenerativa cai como uma bomba atômica aos ouvidos de Rámon.

A depressão não tarda a bater à porta e entra como um ladrão na vida de nosso herói. O publicitário perde a criatividade e sua queda é mais rápida do que seu sucesso. A família parece prestes a se despedaçar. A vida amargou.

Será que havia espaço para alguma esperança?

Surge, nesse ínterim, um inesperado guru. E, junto com ele, um desafio.

Era o que precisava para sacudir a vida de nosso protagonista e dar novo rumo a uma existência que parecia condenada ao abandono, ao fracasso e à melancolia.

Ao ver a história real de superação de Rámon, acende a chama dentro de nós que podia estar se apagando ou apenas precisava de um pouco mais de gasolina para explodir e queimar em sua plenitude!

É um chamado para a excelência, para o algo a mais e para o enfrentamento de nossos demônios mais íntimos.

Lutamos todos o desafio do COVID-19 e temos ainda nossas próprias batalhas. Pode ser um problema familiar, um desemprego, uma doença, uma perda… Enfim, cada um sabe a sua luta.

Inspire-se em Rámon e assista ao belo filme 100 METROS disponível na Netflix. Saiba como termina a jornada de nosso herói e veja como isso pode incentivar você a continuar a sua!

Prepare-se para essa viagem: CONHECER-SE ALÉM DOS SEUS LIMITES.

Estamos com você. VIVA e VIAJE MAIS E MELHOR.